Regras básicas

  1. Go é jogado entre dois jogadores.
  2. Um dos jogadores usa as pedras brancas e o outro as pretas. (Os jogadores se revezam colocando as pedras no tabuleiro, uma a uma. O primeiro movimento, isto é, a colocação da primeira pedra no tabuleiro, é feito pelas Pretas. Num jogo com “handicap“, entretanto, Brancas jogam primeiro.)
  3. A pedra deve ser colocada em um dos cruzamentos.
  4. A pedra, uma vez colocada, não pode ser retirada (exceto quando se aplica a regra número 6).
  5. O jogador que obtem mais território ganha o jogo.
  6. As pedras que perderem suas liberdades, ou “espaço para respirar”, são retiradas do tabuleiro.
  7. Nenhuma pedra pode ser colocada num cruzamento onde não tenha liberdade.
  8. Há restrições especiais nos movimentos de um jogador, na situação chamada Ko.
  9. Regra referente ao jogo com “handicap” ou vantagem.

Território (Regra número 5)

Território

O jogador com mais território vence o jogo. Mas como contamos o território? O território consiste nos cruzamentos, cercados de tal maneira pelas peças do jogador, que o adversário não consegue invadi-lo. O número de cruzamentos cercados pelas peças Brancas e pelas Pretas consiste respectivamente no número de pontos obtidos pelo jogador das Brancas e pelo jogador com as Pretas.

Limites (Cont. regra número 5)

Limites

A figura ao lado é uma análise do diagrama anterior. Observe que as Pretas delimitam um território sólido (caracterizado pela linha branca), assim como as Brancas.

Os números no diagrama indicam os pontos dados a cada território. As Pretas têm 40 pontos (31 + 9) e as Brancas 39 (22 + 17), portanto Pretas venceram por 1 ponto.

Liberdades ou espaços para respirar (Regra número 6)

Quando todos os pontos adjacentes a uma pedra, ou grupo de pedras, estão ocupados por pedras do adversário, a pedra(ou grupo de pedras) é capturada(o) e retirada(o) do tabuleiro.

Em A, B e C na figura acima, os pontos indicados por flechas são chamados de liberdades da pedra a qual se referem. Em D, E e F, todas as liberdades da Preta foram “tomadas” pelas Brancas. Assim, não podendo mais respirar, a peça Preta(ou conjunto de peças sem liberdade) é retirada(o) do tabuleiro.

Removendo as peças capturadas (Cont. Regra número 6)

Essa seqüência a baixo refere-se a uma captura. Você pode ver que inicialmente a pedra branca tem uma liberdade (ponto “a”). Após o jogador colocar a pedra Preta no ponto “a”, a pedra branca é capturada, retirada do tabuleiro e significará um ponto a menos para o jogador das Brancas.

Normalmente, no final da partida, para facilitar a contagem, as pedras capturadas são colocadas no território de mesma cor da pedra.

O ponto “irrespirável” (Regra número 7)

Nenhuma peça pode ser posta num lugar onde não haja liberdade. Assim, no diagrama ao lado, na situação “A” as Pretas não podem jogar em “a”.

A situação B, entretanto, é diferente. Pretas podem jogar em “a”, pois ela conseguiria capturar a pedra Branca marcada com um triângulo, ficando com um ponto para respirar (situação D): ponto “a”.

Ko ( Regra número 8 )

Em uma situação em que, entre cruzamentos adjacentes, cada adversário possa alternativamente repetir a jogada de capturar a pedra do outro de forma infinita, a regra consiste em NÃO poder capturar na jogada imediatamente seguinte. Ficará melhor pelo exemplo (figura abaixo).

Esta é a única exceção à regra de que se é livre para colocar sua pedra em qualquer ponto desocupado do tabuleiro.

Quando acontece uma situação como em “A”, a Preta pode capturar a pedra Branca com um triângulo. Porém, na jogada imediatamente seguinte (em “D”), a Branca não pode jogar em “2”, pois essa situação não terminaria nunca (“Ko“). Mas, depois de passada uma jogada pode-se fazer a jogada. Vale a mesma regra para o adversário.

“Handicap” ou Vantagem (Regra número 9)

Se pessoas de níveis diferentes jogam, pode-se usar o recurso de “handicap“. Quanto maior a diferença de habilidade, mais pedras se colocam para equilibrar o jogo.

Se a diferença for de “um grau” o jogador mais fraco joga com as Pretas e coloca apenas duas pedras no “handicap”. Se for dois graus, três pedras e assim por diante. Ao lado, você pode ver um diagrama que mostra a colocação de 9 pedras: